terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Sintomas e características comuns do transtorno autista

1.2. Sintomas e características comuns do transtorno autista
Segundo a ASA – AUTISM SOCIETY OF AMERICA, “Indivíduos com Autismo usualmente exibem pelo menos metade das características abaixo listadas. Estes sintomas têm âmbito do brando ao severo em intensidade de sintoma. Além disso, o comportamento habitualmente ocorre através de muito diferentes situações e é consistentemente inapropriado para sua idade”.
1.Dificuldade de relacionamento com outras crianças;
2.Riso inapropriado;
3.Pouco ou nenhum contato visual;
4.Aparente insensibilidade à dor;
5.Preferência pela solidão; modos arredios;
6.Rotação de objetos;
7.Inapropriada fixação em objetos (apalpá-los insistentemente, mordê-los);
8.Perceptível iteratividade ou extrema inatividade;
9.Ausência de resposta aos métodos normais de ensino;
10.Insistência em repetição, resistência em mudança de rotina;
11.Não tem real medo do perigo (consciência de situações que envolvam perigo);
12.Procedimento com poses bizarras (fixar objetos ficando de cócoras; colocar-se de pé numa perna só; impedir a passagem por uma porta, somente liberando-a após tocar de uma determinada maneira os alisares…);
13.Ecolalia (repete palavras ou frases em lugar da linguagem normal);
14.Recusa colo ou afagos;
15.Age como se estivesse surdo;
16.Dificuldade em expressar necessidades (usa gesticular e apontar no lugar de palavras);
17. Acesso de raiva (demonstra extrema aflição sem razão aparente);
18.Irregular habilidade motora (pode não querer chutar uma bola mas pode arrumar blocos).
Ainda que o transtorno Autista possa vir associado a diversos problemas neurológicos e/ou neuroquímicos, não existe ainda nenhum exame específico que possa detectar a sua origem.
Os diagnósticos são formulados sempre a partir da observação de um conjunto de sintomas apresentados pela pessoa, os sintomas devem incluir:
a)Anormalidades no ritmo do desenvolvimento e na aquisição de habilidades físicas, sociais e de linguagem;
b)Respostas anormais aos sentidos: o autista pode ter uma combinação qualquer dos sentidos (visão, audição, olfato, equilíbrio, dor e paladar); a maneira como a criança equilibra o seu corpo pode ser também inusitada;
c)Ausência ou atraso de fala ou de linguagem, embora possam se apresentar algumas capacidades específicas de pensamento;
d)Modo anormal de relacionamento com pessoas, objetos, lugares ou fatos.
Veja abaixo os 14 sintomas cardeais para o reconhecimento do Transtorno Autista. Se uma pessoa apresentar pelo menos 5 destes sintomas de forma persistente e em idade inadequada, pode-se aventar a hipótese de Autismo e a família deve ser orientada a buscar um tratamento médico especializado.



28 comentários :

  1. meu filho tem sindrome de down e age dessa forma,ele tem espectro de autismo.

    ResponderExcluir
  2. Olá, meu nome é Ana Paula, e gostaria de saber como fazer para ter o diagnóstico do autismo. quais profissionais devem ser procurados. Pois tenho um filho com 30 meses de idade que apresenta muitos traços de uma criança autista, mas o levamos à psicologa que esta acompanhando e ela pediu p/ levá-lo em um neurologista, o neurologista encaminhou p/ um psiquiatra pois a ressonância não apontou nenhuma alteração. O levamos também em um otorrino e em uma fonoaudiologia para verificar possível problema de audição e descobrimos que ele ouve normalmente, mas depois disso ficamos sem saber o que fazer, pois o pediatra que o acompanha disse que é muito cedo para levantar a possibilidade de autismo, já os outros profissionais que estiveram com meu filho levantaram essa possibilidade. Meu filho começou a falar por volta de 12 meses, mas aos 18 meses já havia parado de falar, ele também nunca brincou com outras crianças embora frequente creche desde os 4 meses, ele parece ser surdo, não atende a comandos nem atende quando o chamamos pelo nome, além disso apresenta várias outras características de autismo, mas eu e meu esposo já não sabemos o que fazer para ajudá-lo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Ana Paula, boa noite, olha pelo que estudei e estou estudando, quem da esse diagnostico é o psiquiatra, podendo ser detectado aos 18 meses. Se vc acha que os sintomas sao parecidos com o de um autista, o melhor é vc ir a procura de um outro psiquiatra, vc poderá pegar informações mais adequadas na ABADS ou nas AMAS na qual são instituições próprias para esse caso, no inicio é difícil mas não desista de correr atras dessas respostas, Deus é contigo e jamais o abandonara.

      Excluir
    2. Oi Ana Paula, tenho um filho de 6 anos e meio, diagnosticado autista (leve) há 1 ano, ele foi diagnosticado pela psiquiatra, e as primeiras características, pra ser sincera notamos muito cedo, mas nem imaginava que podia ser autismo, com 6 meses ele parecia uma criança triste, apática, não fixava os olhos na gente, não ria como os outros bebesl, depois chegamos a pensar que ele tinha problemas de audição pois não respondia, não atendia a chamados de jeito nenhum, foi falar com 3 anos e faz fono pois tem muita troca de letras, tbem, desde muito cedo notamos que ele não tinha apego, não se importava de ficar creche, nem de ficar sozinho, não tinha medo de nada e tínhamos que tomar muito cuidado para não perde-lo, muitas coisas mudaram depois do dignostico e com a medicação que ele toma há 1 ano, ele passou por muitos especialistas, fez exames com neurologista e fez terapia com psicologo (ele é muito agressivo) mas só a psiquiatra e que com base nas entrevistas chegou ao diagnostico, boa sorte, conte comigo !!

      Excluir
  3. Oi Ana, seja bem vinda, posso te indicar vários médicos dentro d brasil que podem te ajudar,preciso saber sua cidade, meu filho hoje faz tratamento biomédico com grandes melhoras, é preciso manter as terapias, fono, t.o., é importante saber a importância da dieta sem glútem, caseína e lactose, enfim é uma infinidade de tratamentos, me diga onde mora que passo todas as informações que eu puder!!beijooooo

    ResponderExcluir
  4. sou de cacoal-rondonia meu tbem e um autista......eu mo mto...meu joao pedro.

    ResponderExcluir
  5. Uma pessoa que foi saudável até os 15 anos, estudou, e depois entrou num quadro semelhante ao autista. Isso é possível?
    Pode ser alguma outra doença e que pode ser tratada ou pelo menos melhorada? Por favor preciso muito dessa resposta!
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  6. Gostaria de saber se é possível uma pessoa ter tido uma saúde normal até os 15 anos:estudou até essa idade normalmente, tinha a responsabilidade de ajudar os pais cuidar de um irmão mais novo, depois apresentar comportamento autista de uma hora para outra ? Por favor me respondam, é muito importante prá mim essa resposta. Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, em tudo que já li o quadro de autismo aparece mais cedo,e cada autista é único,acredito que em casos leves podem levar mais tempos,só mesmo um neurologista poderá avaliar,mas já li que a esquizofrenia pode surgir nesta idade e alguns sintomas lembram o autismo!A esquizofrenia também apresenta em vários graus, Geralmente, os sintomas da esquizofrenia se desenvolvem lentamente durante meses ou anos. Às vezes, podem ocorrer vários sintomas, e outras vezes, podem ocorrer somente alguns.

      As pessoas com qualquer tipo de esquizofrenia podem ter dificuldade de manter suas amizades e de trabalhar. Elas também podem apresentar problemas relacionados a ansiedade, depressão e pensamentos ou comportamentos suicidas.

      Inicialmente, você pode apresentar os seguintes sintomas:

      Sensação de tensão ou irritabilidade
      Dificuldade para dormir
      Dificuldade de concentração

      Com o desenvolvimento da doença, problemas com pensamentos, emoções e comportamento se desenvolvem, incluindo:

      Nenhuma emoção (apatia)
      Crenças ou pensamentos falsos que não têm base na realidade (ilusões)
      Ver ou ouvir coisas que não existem (alucinações)
      Dificuldade de prestar atenção
      Pensamentos que "pulam" entre assuntos que não estão relacionados (pensamento desordenado)
      Comportamentos bizarros
      Isolamento social

      Os sintomas podem variar dependendo do tipo de esquizofrenia.

      Espero ter ajudado!

      Excluir
    2. Claro que ajudou.
      Obrigada de coração!

      Excluir
  7. O autismo é uma enfermidade que, se diagnosticada precocemente fica bem mais fácil tratar. A criança precisará de acompanhamento médico por toda a vida e poderá viver muito bem dentro das suas limitações.
    Autistas são muito inteligentes e dóceis. Uma boa dose diária de AMOR faz uma enorme diferença, portanto, distribuam muito amor.
    O amor tudo suporta, tudo supera.
    Lembrem-se: Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia.
    Felicidades!

    ResponderExcluir
  8. Oi meu nome é Luana sou mãe de um garotinho de 3 anos e 3 meses q esta apresentando um comportamento semelhante ao autismo, a professora da creche dele levantou a possibilidade dele ter a síndrome, ele possui dificuldade de interação, aceitação de regra, ele ainda não fala, usa as pessoas como ferramenta entre outras coisas, realmente não sei o que fazer e nem por onde devo começar preciso de uma orientação por favor me ajudem.

    ResponderExcluir
  9. Oi meu nome é Luana sou mãe de um garotinho de 3 anos e 3 meses q esta apresentando um comportamento semelhante ao autismo, a professora da creche dele levantou a possibilidade dele ter essa síndrome, pois ele tem dificuldade de interação, aceitação de regra, ele ainda não fala, usa as pessoas como ferramenta fico preocupada e n sei oq fazer e não sei por onde começar, preciso de orientação por favor me ajudem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. aoi Luana desculpe a demora, mas não estou dando conta de responder todo mundo, você precisa primeiro procurar um neuropediatra para as avaliações iniciais, depois sim iniciar as terapias!!

      Excluir
  10. Olá meu nome e Vani, e o meu filho se chama Arthur,5 anos, levei ele na neuropediatra, mas ele só falou em suspeita, mas ainda não confirmou nada, ele faz fono e t.o, mas não vi muita melhorar, melhorou mas pq está na escola, e tenho pedido muito a Deus por ele, e eu creio que se for da vontade de Deus, Deus vai curar o Arthur, só basta te fé e esperança!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Força! Foco! É fé! Nunca perder a esperança!

      Excluir
  11. Olá, meu nome é Glaucia sou professora na periferia de São Paulo e leciono para crianças de 6 anos de idade. Primeiro ano do ensino fundamental. Tenho uma aluna que desde o início do ano não se comunica com os professores e alunos, já relatei aos pais e aos coordenadores. Faço atividades ludicas com todos os alunos, trabalhamos muito com música, teatro e dança,sempre com um significado para alcançar o aprendizado dos alunos, porém essa menina , não consegue realizar muitas dessas tarefas e a comunicação oral não existe.É uma aluna ouvinte,mas não se expressa com a fala e sim somente com gestos com a cabeça.Ela sorri sem motivos aparente, por muitas vezes não controla a esfincteres da uretra, e eu noto que isso acontece geralmente quando ela fica nervosa ou quando está com vontade mas tem medo ou receio de expressar a vontade de ir ao banheiro.A família são de pessoas simples sem estudo, o pai e a mãe são analfabetos e moram em uma invasão perto da escola.quero muito ajudar essa criança,pois sou professora e amo o que faço,mas estou com as mãos atadas, pois já conversei com a mãe e a coordenadora encaminhou essa criança mas a mãe não foi buscar ajuda! Obrigada pela atenção!

    ResponderExcluir
  12. Gente estou em dúvida, meu primo Gabriel está apresentando sintomas de autismo e características, mas é normal faltar algumas características ou sintomas? Ele apresente mais da metade e também queria saber o Tratamento e o especialista ideal para autistas.
    Obrigado, eu e minha família estamos com medo

    ResponderExcluir
  13. Olá! Sim nem todos os autistas apresentam todas as características! O melhor é fazer uma avaliação com um neuropediatra! E quanto mais cedo melhor resposta aos tratamentos! Boa sorte! Beijoooo

    ResponderExcluir
  14. Olá,tenho um filho com três anos e três meses,ele foi diagnosticado com autismo,ele ainda não fala não pega em nada e tudo dele é puxar para pegar as coisas para ele.Como devo agir com meu filho? Estamos sempre ensinando ele mas ele não quer nem pegar na colher para comer.O que eu posso fazer?

    ResponderExcluir
  15. Olá,tenho um filho com três anos e três meses,ele foi diagnosticado com autismo,ele ainda não fala não pega em nada e tudo dele é puxar para pegar as coisas para ele.Como devo agir com meu filho? Estamos sempre ensinando ele mas ele não quer nem pegar na colher para comer.O que eu posso fazer?

    ResponderExcluir
  16. Olá ,gostaria de saber se o exame cgharray detecta o autismo???

    ResponderExcluir
  17. goste muito deste artigo sobre o autismo pois eu tenho uma filha com autismo e com cordo com tudo que esta escrito

    ResponderExcluir
  18. goste muito deste artigo sobre o autismo pois eu tenho uma filha com autismo e com cordo com tudo que esta escrito

    ResponderExcluir
  19. goste muito deste artigo sobre o autismo pois eu tenho uma filha com autismo e com cordo com tudo que esta escrito

    ResponderExcluir
  20. Descobri que sou autista, não vendo aqui, mas uma pessoa que vi a primeira vez na vida me falou, ai pesquisei a fundo, mas um psiquiatra uma vez me disse, mas queria me entupir de remedios, meus pais sabem disso mas me tratam como um qualquer, neste exato momento so quero fazer as coisas que gosto e que me fazem bem e ficar sozinho o unico momento em que fico feliz

    ResponderExcluir
  21. Olá,meu nome é Naira,estou fazendo meu artigo sobre O autismo. Poderias me dar umas dicas sobre o que colocar no meu banner,as referências mais importante?

    ResponderExcluir

Todo comentário é bem vindo! minha intenção é passar toda minha experiência e trajetória vividas com nosso filho autista! Qualquer dúvida estamos a disposição para poder ajudar!
Renata e Alexandre