terça-feira, 21 de agosto de 2012

Desintoxicação Intestinal Natural


Seguem algumas dicas para ajudar a desintoxicar o intestino, fator comum nas crianças do Espectro Autista

  • Uma das primeiras medidas desentoxicantes é evitar alimentos processados industrialmente. Evitar refeições rápidas, que são ricas em sal, produtos químicos, aditivos, conservantes, adoçantes e corantes.
  • Evitar açúcares refinados, cafeína, álcool, tabaco ou drogas.
  • Reduzir o estresse e praticar exercicio físico. Um estilo de vida saudável promove um sistema imunitário forte, contribuindo para uma eliminação mais eficaz de toxinas do organismo. Uma das maneiras mais eficazes de diminuir os níveis de estresse é praticando meditação ou ioga.
  • Incorporar probióticos na sua dieta. Os próbioticos contribuem para uma flora intestinal saudável.
  • Dieta rica em fibras e vitaminas. Deve ingerir regularmente frutas e vegetais crus e diminuir nas gorduras.
  • Dieta rica em ervas, sementes e frutos secos. Para limpar o cólon, estes alimentos eliminam parasitas e vermes. Contém enzimas digestivas, probióticos (bactérias benéficas) que stimulam o fígado, vesícula e intestinos. Ex: sementes de linho ou de olmo. As sementes de linho absorvem água ao expandir-se no cólon, permitindo que as toxinas sejam removidos, além de contribuir para os níveis do bom colesterol.
  • Jejuar com água, sucos de frutas e vegetais crus. Quando feito com supervisão e por cerca de um dia, pode ser um óptimo processo de limpesa do intestino, assim como de todo o tracto digestivo. A prática recorrente de uma dieta vegetariana também ajuda no processo de desentoxicação do organismo.
  • Argila de BentoniteA bentonite é um tipo de argila comestível que actua como um laxante, absorvendo a água e absorver as toxinas para as expulsar do intestino e ajuda no processo de limpeza do cólon.
  • Alho. O alho tem propriedades eficazes e reconhecidas no combate a lombrigas (Ascaris), tênias e solitárias. Pode ser consumido em forma de cápsulas e comprimidos, ou preferencialmente, na sua forma natural em dentes de alho consumidos inteiros, ou misturados com outros alimentos.
  • Noz preta. A nós preta é um remédio natural para parasitas e infecções fúngicas, bastante utilizada para micose e pé de atleta.
  • A erva Absinto (Artemesia annua). Tem sido utilizada durante séculos como um remédio herbal para parasitas intestinais. Pesquisa ciêntificas sugerem a erva absinto como eficaz contra lombrigas intestinais. Pode encontrar a erva Artemesia annua em chá, extrato líquido ou cápsulas, no entanto, o óleo puro é considerado tóxico e não deve ser ingerido. A segurança e a eficácia desta erva não foi estabelecida em ensaios clínicos, pelo que recomendamos que elabore um estudo prévio sobre os componentes activos desta erva antes de experimentar.
  • Sementes de abóbora. As sememntes de abóbora têm sido tradicionalmente usadas como um remédio para vermes e parasitas intestinais. Herbalistas recomendam o consumo frequente destas semementes.
  • Sementes de extrato de toranja. O extrato de semente de toranja é geralmente encontrado na sua forma líquida, em lojas de alimentos naturais. Embora a investigação preliminar sugira que tem propriedades antimicrobianas, há ainda poucas pesquisas sobre a sua real eficácia com parasitas.
  • AbacaxiUma dieta rica em abacaxi pode ajudar a eliminar certos parasitas, como sejam os vermes.
  • Cenouras, batata doce e abóbora. Estes alimentos são ricos em beta-caroteno, um precursor da vitamina A. A vitamina A aumenta a resistência à penetração de larvas. A vitamina C e o zinco também auxiliam o sistema imunológico.
  • Cravo. O cravo é uma especiaria que tem propriedades reconhecidas no combate a parasitas.

Um comentário :

Todo comentário é bem vindo! minha intenção é passar toda minha experiência e trajetória vividas com nosso filho autista! Qualquer dúvida estamos a disposição para poder ajudar!
Renata e Alexandre